Naveguem por este mundo sem validade!

segunda-feira, 16 de março de 2015

Haja alguém com mais juízo que eu!

Sou uma mulher nostálgica...
De vez em quando lembro-me da minha infância, dos meus brinquedos, dos anúncios da televisão, dos desenhos animados...enfim...Os sábados e domingos de manhã eram passados a ver os "bonecos" na cama do quarto dos meus pais (local mais confortável que tinha t.v.), pois esse era o prime time das crianças! 
O que eu joguei ao berlinde!...
Já cheguei a partilhar com amigos que, hoje em dia, já não há desenhos animados como os  da minha geração...e relembro logo, o Bocas, o Tom Sawyer, a Rua Sésamo, a Ana dos Cabelos Ruivos, a Flora, o Dartacão, a Bia a pequena feiticeira, o Bel e o Sebastião, e muitos outros... 
Adorava isto...
A propósito de desenhos animados, um dia destes, estava o M.C. em trabalhos forçados no jardim (ele diria "trabalho de escravo"!), enquanto eu e o V. brincávamos às motas e às pistas e a mana C. ria dos nossos sons, quando eu me lembrei de lhe mostrar uns "bonecos" que eu via quando era pequena...
Mais ou menos assim...mas já com uma enxada partida!
Fui ao youtube e assistimos a três episódios da Heidi...Na minha infância, parecia-me engraçado e bonito...mas naquele dia, pareceu tão triste, tão triste...que mexeu comigo! Ainda tentei desviar a atenção do V. para outros desenhos animados mas, como é determinado, ninguém o demoveu! (a quem sairá?!) 
Partiste-me o coração Heidi!
Ao longo dos episódios, deparei-me com algumas dificuldades...
Como explicar a uma criança de 3 anos e meio, que a Heidi de 5 anos, não tem pai, nem mãe e que a tia já não pode tomar conta dela e vai ter de ficar com o avô, o velho das montanhas que todos falam mal, que a deixa andar sozinha com um menino mais velho a guardar rebanhos?...
Perante a minha atrapalhação no discurso, a tentar amenizar a desgraça da vida desta menina para o proteger e evitar que ele pensasse que um dia isso também lhe poderia acontecer... eis que o V. me surpreende com a sua simplicidade de pensamento... 
"Mas, mamã...isto são só bonecos, não é de verdade, pois não?"
Haja alguém com mais juízo que eu.

Sem comentários:

Publicar um comentário