Naveguem por este mundo sem validade!

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Não há duas sem três!

Tenho em mim que, às vezes, estou noutra dimensão. Tenho fases em que para perceber uma anedota de índole sexual é preciso que repitam mais do que uma vez (nem sempre alcanço o duplo sentido da coisa), outras vezes, respondo coisas que nada tem a ver com o que me perguntam e até já cheguei a ter momentos de passar por situações e duvidar se estou a sonhar ou mesmo a vivê-las. 
Mas sem defeitos não teria graça, certo? (penso que a opinião do M.C. não é bem igual).
Hoje no trabalho ao entrar na minha sala, fui abordada por um dos meus "mestres" que me perguntou:
- Vais para onde?
- Venho guardar as minhas coisas, mas estou de saída para uma reunião, porquê?
- E estás a meter a caixa da sopa no bolso?


(Aos colegas de trabalho que se dão ao trabalho de consumir estes iogurtes, p.f., eu continuo com a mesma carga neuronal, penso que estes momentos de algum interesse, são apenas laivos de cansaço e não insanidade)

Isto sim parece-me substancialmente mais significativo.

Sem comentários:

Publicar um comentário